Histórias da Vida Real - Pets

Gato desaparecido é encontrado vivo por cadela após 2 meses preso em casa.

23 de Maio de 2017
gato desaparecido

Imagine o seguinte cenário: sua casa pega fogo e seus pets estão lá dentro. Um deles se salva, mas o outro desaparece. Você tem certeza que ele não sobreviveu, mas dois meses depois, ao voltar à casa, sua cachorra encontra o gato desaparecido VIVO! Parece história de filme, não é? Mas isso aconteceu de verdade nos EUA.

Confira a história abaixo!


| A Tragédia + Gato desaparecido |

Há aproximadamente dois meses, em South Haven, uma mulher chamada Christine Marr recebeu uma ligação do bombeiro local, enquanto ela estava no trabalho.  Ela soube que sua casa havia pegado fogo e a primeira coisa que lhe veio à mente foi como estavam seus pets Smoke, Chloe e Ringer, que estavam dentro da casa quando o incêndio começou.

O bombeiro disse a Christine que eles tinham encontrado sua cachorra, Chloe, deitada no chão do banheiro – um costume que ela tinha sempre que se sentia com medo ou nervosa. Era a área segura para dela.

Os bombeiros perceberam que Chloe estava em péssimo estado, e que ela teria de ser levada ao veterinário imediatamente. No caminhão de bombeiros não havia nenhuma máscaras canina de oxigênio, então eles usaram uma máscara humana para reanimá-la antes de levá-la para obter ajuda profissional. Se eles não tivessem utilizado a máscara humana de oxigênio, Chloe teria morrido.

Infelizmente, os bombeiros encontraram Smoke – um gatinho de 8 anos da família – mas ele não sobreviveu. Quando Christine questionou sobre Ringer, o segundo gato, os bombeiros avisaram que ele não havia sido encontrado. A tristeza predominou ainda mais, pois todos tinham certeza que ele provavelmente seu gato desaparecido teria morrido no incêndio.

Ringer e Chloe eram melhores amigos. A cachorrinha e o gatinho eram muito tímidos com estranhos, mas perto um do outro eles sempre se divertiam.

Enquanto Christine estava devastada com a perda de seus gatos, ela tentou concentrar toda a sua atenção para ajudar Chloe a ficar melhor. Sem a ajuda dos bombeiros, a cachorrinha provavelmente não teria sobrevivido, e depois de ouvir a sua história, o chefe dos bombeiros saiu e comprou máscaras caninas e felinas de oxigênio para todos os departamentos de bombeiro na área, para ajudar cães como Chloe e seus irmãos gatos futuramente.


Leia também: Conheça Ivy, a gatinha que salvou seu vizinho


| O Milagre |

Nas semanas seguintes ao incêndio, Christine voltava para a casa para alimentar vários gatos de rua que viviam nas redondezas. Toda vez que ela voltava, também procurava e chamava pelo Ringer. No fundo, seu coração queria acreditar que seu gato desaparecido tinha conseguido sobreviver ao incêndio e que estaria ali por perto. Mas ele nunca aparecia. Com o tempo, Christine começou a se conformar que realmente tinha perdido seu outro gatinho.

No Dia da Mãe, quase dois meses após o incêndio, o marido de Christine decidiu ir com ela até a casa – ele estava trabalhando arduamente na restauração do local- e levaram Chloe junto, pois já era possível caminhar por lá sem se sujar.

Assim que chegaram na casa, Chloe começou a farejar o chão, o que seria normal para um cachorro, até que ela começou a lamber e arranhar também.

Ao andar pela casa, eles perceberam que na sala de jantar havia um grande buraco que levava ao subsolo da casa. Chloe imediatamente correu para o buraco e enfiou sua cabeça dentro dele, se recusando a sair. Toda vez que seus donos tentavam tira-la, ela voltava a colocar a cabeça dentro do buraco. Ao investigarem o que estava acontecendo, eles ouviram um miado vindo de dentro do buraco.

No começo, Christine e seu marido pensaram que seria um dos gatos de rua que provavelmente tinha ficado preso na casa. Ela levou Chloe até o carro e voltou para dentro da casa para ajudar seu marido a libertar o gatinho. A surpresa foi encontrar Ringer se aconchegando e ronronando nas pernas dele. Era difícil acreditar que aquele gato magro e sujo era Ringer, mas o pequeno anel branco em torno do seu rabinho era a prova de que eles precisavam para reconhecer o bichano.

Ringer ficou sem comida e sem água por quase dois meses, então eles o levaram ao veterinário para salvá-lo. Ao entrarem no carro, Christine contou que Chloe ficou completamente extasiada: “Ela estava pulando para cima e para baixo no banco de trás, muito animada, tentando saltar na frente para chegar ao Ringer”, disse Christine.

O veterinário examinou o gatinho e ficou impressionado com sua história de sobrevivência. “Este gato é um milagre. Ele vai viver! Meu milagre do Dia das Mães”. –disse Christine.



| E hoje? |

Atualmente, Ringer está de volta em sua casa com sua família, e está se recuperando. Apesar de ter um pouco de problemas para comer e beber, ele está de bom humor. “Ringer está muito magrinho, perdeu quase a metade de seu peso, mas está bem. Ele tem uma sonda no seu pescoço e será um processo lento (cerca de um mês) até reintroduzir a comida na sua rotina, mas ele vai viver! Nós acreditamos que ele estava comendo insetos e aranhas ou qualquer outra coisa lá embaixo, durante todo esse tempo.” – Christine afirmou.

Chloe está radiante com Ringer em casa, e quer ficar com ele a cada minuto todos os dias. “Ela está tão feliz, e não quer nunca sair da sala onde ele está.”- Christine disse. Hoje, Chloe tem 5 aninhos, e Ringer, 4. E se não fosse pela cachorrinha, o gato desaparecido jamais teria tido uma chance de sobreviver.


Veja mais fotos de Chloe e Ringer abaixo:

gato desaparecido

Casa após incêndio.

gato desaparecido

O resgate de Chloe.

gato desaparecido

O resgate de Chloe.

gato desaparecido

O resgate de Chloe.

gato desaparecido

Chloe e Ringer, após reencontro.

gato desaparecido

Christine e Ringer.

gato desaparecido

Christine e Ringer.

gato desaparecido

Ringer são e salvo com Christine.


Gostou desta história emocionante? Então não esqueça de compartilhar clicando nos links abaixo!


Fontes:

  •  https://www.thedodo.com
  • http://www.goodnewsnetwork.org
  •  http://fox17online.com
  • https://www.yahoo.com/news

 

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário