Histórias da Vida Real - Pets

Policial cria local para cães policiais idosos viverem após se aposentarem!

13 de setembro de 2017
cães policiais

Gongzi, de pele cinza, perdeu a maior parte de seus dentes, mas ainda gosta de correr atrás de uma bola. Aos 12 anos, o venerável pastor alemão é o equivalente canino de um homem de 89 anos de idade. Ele está vivendo seus anos dourados na casa de repouso de Bai Yan para cães policiais aposentados em Hangzhou, capital da província de Zhejiang, no leste da China. Confira a história do policial que criou um abrigo para os cães policiais idosos viverem dignamente o resto de suas vidas!


| O abrigo para cães policiais idosos |

cães policiais

Em uma tarde chuvosa em dezembro, oito cães de 8 a 12 anos estão em casa com Bai, um policial que dedica todas as suas horas vagas para cuidar dos seus cães. Em um dia típico, Bai se levanta antes do amanhecer para realizar uma rodada de treinamento com os cachorros mais novos e alguns jogos com os animais mais velhos antes de partir para a delegacia de polícia às 8:30 da manhã. Depois que seu turno termina, ele retorna para a casa para checar se todos seus amigos patudos estão bem. Em alguns dias, Bai até faz massagem em Gongzi para relaxar os músculos.

Bai tem 55 anos e decidiu que, assim como os policiais humanos, os cães policiais também devem ter um restante de vida digna após se aposentarem. Muitos cães servem sua vida inteira para cuidar da população, e quando envelhecem, eles são abandonados como se não tivessem algum valor. Para que isso não ocorra em sua cidade, ele criou um abrigo para estes cães policiais. Além de se certificar de que os cães recebem exercícios gerais suficientes todas as manhãs e tardes, ele mantém suas habilidades de detetive nítidas com uma variedade de jogos, como esconder as bolas para que possam encontrar.

“Isso faz com que os cães se sintam ainda valiosos”, contou Bai.

Cada um dos cães policiais idosos possui sua própria acomodação individual, água fresca e alimentos nutritivos para cães, bem como petiscos ocasionais, como ovos. Bai também contratou uma governanta em tempo integral para cuidar dos cães na ausência dele. Mas as comodidades na casa nem sempre eram tão luxuosas – quando Bai começou a construir o local em 2012, ele alimentava os cães com o arroz e carne picada. “Eu não tinha dinheiro suficiente para comprar comida para cães”, lembra ele.



cães policiais

                                                                           Bai Yan

Seu amor por cães começou em 2004 quando Bai, na época diretor de uma delegacia de polícia local, teve a oportunidade de participar do treinamento na escola oficial de Hangzhou para cães policiais. Com seu amor ao longo da vida por cães e uma afinidade natural pelos animais, Bai provou ser um aprendiz rápido, e passou a ensinar seus próprios oficiais a treinar os cães.

Ele, então, começou a usar os cães para solucionar casos na delegacia de polícia local. No primeiro mês, os cães policiais conseguiram pegar ladrões procurados dentro de alguns minutos. “Isso fortaleceu minha confiança em usar cães na força policial”, diz Bai. “Um bom cão policial é igual a cinco policiais”.

Em 2005, Bai criou sua própria instalação de treinamento para cães policiais, até desistindo de  seu cargo como diretor de estação em maio de 2010 para que ele pudesse se concentrar em seu projeto paralelo. Quando os primeiros cães que ele treinou estavam prontos para se aposentarem, ele expandiu o centro de treinamento para incluir um lar de idosos.


Leia também: Cuidados que devemos ter com cães idosos


Bai treinou 25 cães policiais nos últimos 12 anos. Dois cães foram confiados a ele pelo departamento provincial de segurança pública de Zhejiang e ele comprou os outros 23 da província de Henan, no centro da China, através de uma conexão pessoal. Ele pagou 3.000 yuan (US $ 430) por cada cão, além dos custos de cuidados diários e necessidades médicas.

O treinamento para os cães de Bai começa quando eles têm 6 meses de idade, com foco no reforço positivo. “Os cães pensam que o treinamento é como jogar jogos”, explica Bai. “Quanto mais você encorajá-los, mais eficaz será o treinamento”. Após dois a três meses, os cães estão prontos para se juntar à força policial. Os cães eram úteis e encantadores companheiros. Mas logo ele foi forçado a perceber que a vida de um cão é curta. A maioria dos cães da polícia se aposenta aos 8 anos de idade.


| A aposentadoria dos cães policiais |

cães policiais

Os cães de Bai

Na China, os cães policiais aposentados geralmente permanecem na estação ou departamento onde eles serviram, se não forem adotados por cidadãos locais. Mas poucas bases para cães policiais possuem recursos adequados para cuidar dos cães idosos especialmente em regiões menos desenvolvidas economicamente.

Cerca de uma dúzia de cães policiais aposentados de Bai foram adotados por amigos e colegas de trabalho, mas Bai não busca por família adotivas. “Honestamente, estou relutante em doá-los por causa do amor que sinto por eles”, disse ele. Mesmo após a adoção, ele visita cada cachorro com frequência para se certificar de que eles estão gostando da nova vida. “Se um dono que adotou algum cão decidir que não quer mais o animal, eu vou trazê-lo de volta e cuidar dele na casa de repouso”, Bai afirmou.

Novos cães policiais aposentados se juntam ao lar de Bai todos os anos. Quatro cachorros faleceram, e Bai construiu um pequeno cemitério para eles na parte mais descoberta do quintal.

Bai espera que todos os cães que servem na força policial ou militar possam passar sua aposentadoria em um ambiente confortável e ele está feliz em assumir a liderança para tornar realidade esse sonho.

“Quando eles são jovens, eles cuidam de mim no trabalho”, ele explicou. “Uma vez que envelhecem, é minha responsabilidade cuidar deles”.

O mundo seria um lugar muito melhor se todos pensassem como Bai, não é mesmo?


Gostou deste artigo? Então lembre-se de compartilhá-lo clicando nos links abaixo!



Fonte:


Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário