Curiosidades

Por quê os cachorros perseguem o próprio rabo?

16 de novembro de 2017

Se você tem um cão de estimação, provavelmente já deve ter flagrado alguma cena do peludo correndo atrás do próprio rabo, em círculos. No começo pode até ser engraçado, mas nem sempre o motivo dessa atitude é saudável. Pode estar associado com alguma doença por exemplo. Confira neste artigo por que os cachorros perseguem o próprio rabo.


| Por que os cachorros perseguem o próprio rabo ? |

Há diversas razões que podem levar um cachorro a correr atrás do rabo, as quais podem variar desde tédio, carência, ou doença. Os principais motivos podem ser:

#1. Tédio

cachorros perseguem o próprio rabo

Não é incomum ver um cachorrinho passar alguns minutos girando em círculos para tentar pegar sua própria cauda. Este hábito divertido é normal para cachorros que são naturalmente muito brincalhões.

O tédio, principalmente em um cachorro que tem bastante energia para gastar, faz com que ele acabe perseguindo o próprio rabo!

A falta de estimulação ambiental também pode levar cães com forte instinto de caça a canalizarem essa necessidade não realizada “caçando o próprio rabo”. À medida que os cachorros envelhecem, esse hábito devido ao tédio geralmente tende a diminuir.

#2. Carência de atenção do dono

Quando você vê um cachorro correndo atrás do próprio rabo, muito provavelmente gasta um tempo observando esse hábito maluco. Às vezes, pode até interagir com o cachorro, por achar engraçado. Os peludos podem acabar associando a perseguição ao próprio rabo com a atenção que tanto desejam dos donos. Dessa maneira, o cachorro pode transformar isso numa estratégia sempre que estiver carente. Se o seu cão recebe reforço positivo quando persegue o rabo, ele rapidamente aprende a perseguir sempre que ele quiser atenção.

Correr atrás do rabo é um convite para que você brinque com ele. Se o seu cachorro faz isso com muita frequência, experimente dar mais atenção a ele, mas apenas quando ele não estiver perseguindo o rabo. Por quê? Pois, infelizmente, os cães que desejam atenção respondem tanto a atenção positiva quanto a negativa. Então, seu cão que busca a atenção pode ficar satisfeito mesmo se você o repreende. Obviamente, ele prefere que você ria de suas travessuras mas, para ele, a repreensão também é um tipo de atenção.

A chave para remediar esse tipo de perseguição do rabo é fazer o oposto do que o cão espera. Você deve ignorar o peludo enquanto ele estiver realmente correndo em círculos e elogiá-lo quando ele estiver normal. Faça carinho, brinque, ou jogue uma bolinha para ele buscar. Assim, ele ficará menos propenso a encontrar suas próprias maneiras de se divertir.


Leia também: 4 dicas para escolher o melhor brinquedo para cachorros!


#3. A presença de pulgas ou glândulas anais irritadas

cachorros perseguem o próprio rabo

Outro motivo que pode fazer com que o animal corra atrás do rabo é a tentativa de aliviar algum desconforto presente na região do ânus ou do rabo, como pulgas, vermes que migram para fora do reto, dermatites, inflamações da glândula anal, ou alergia alimentar. Os cães morderão uma área dolorosa, assim como as pessoas esfregam um joelho dolorido para proporcionar alívio.

Se o seu cachorro de repente começa a perseguir ou morder o próprio rabo, ​​você deve agendar uma visita veterinária. Os problemas médicos devem ser diagnosticados e tratados por veterinários que podem oferecer alívio da dor por lesões, prevenir e tratar parasitas intestinais e pulgas, ou tratar as glândulas anais impactadas. O médico do seu pet também pode tratar alergias com medicamentos orais e recomendar uma dieta hipoalergênica.

#4. Comportamento compulsivo

Alguns cães, como algumas pessoas, sofrem de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), mas a desordem pode se manifestar como perseguição do rabo em vez de lavagem das mãos. Um cão que sofre de ansiedade de separação pode perseguir sua cauda como uma pessoa nervosa que morde as unhas. Outro cão pode perseguir sua cauda quando excitado pela presença de um visitante, ou um animal ou pássaro no quintal. Ainda, um cão pode morder o rabo após uma lesão e continuar a mastigar a cauda mesmo depois que a lesão é curada.

Independentemente do fator iniciador, cães com TOC perseguem e mastiguem suas caudas incessantemente e se tornam um hábito compulsivo. Na verdade, algumas lesões não se curam porque o cão continua a machucar o rabo. Para tratar esse transtorno, o veterinário pode prescrever um ansiolítico animal, que deve ser associado a algumas técnicas de modificação de comportamento. O dono deverá ter muita paciência e observar o que causa essa necessidade de morder o próprio rabo no cachorro. Em seguida, o proprietário pode prever o comportamento e evitá-lo, distraindo o cachorro com uma atividade alternativa. Por exemplo, se o seu cão vê um pássaro, fica animado e persegue sua cauda, ​​desvie sua atenção com uma bolinha assim que detectar um pássaro.

É importante que os desvios de atenção sejam realizados antes que seu cão comece a perseguir o rabo para que isso não seja considerado uma recompensa pelo cachorro.



#5. Idade

cachorros perseguem o próprio rabo

Os cães nos dois extremos de idade geralmente mordem suas caudas. Os filhotes perseguem e mordem seus rabos enquanto tomam consciência das partes do corpo. Imagine cachorros pensando: “O que é isso que me segue? Eu vou pegar e ver.” Os cachorros consideram a cauda como um brinquedo ao invés de anatomia. A perseguição da cauda juvenil geralmente é uma fase passageira que não exige intervenção.

No extremo oposto da idade, os cachorros mais velhos mordem os próprios rabos devido à diminuição da consciência. Quando a acuidade mental diminui, os cães podem se envolver em comportamentos mais repetitivos, como a mastigação da cauda. Neste caso, mastigar indica uma desordem cognitiva que pode exigir medicamentos. É extremamente importante que você o leve ao veterinário, pois ele pode ficar bem machucado e ter problemas mais graves.

#6. Raça

cachorros perseguem o próprio rabo

Por incrível que pareça, algumas raças de cães têm maior propensão a perseguirem os próprios rabos do que outros, devido à predisposição genética para caça.

Para raças como Pastores Alemães, Bull Terriers e Dobermans, caçar a própria cauda não é bem um jogo maluco, mas sim uma tendência hereditária.

De qualquer maneira, independente da raça, se o seu cachorro estiver mordendo o rabo de maneira compulsiva, é importante buscar ajuda do veterinário.


Se o seu cão corre atrás do próprio rabo e o morde com muita frequência, consulte o veterinário, pois ele pode identificar problemas subjacentes a problemas médicos ou comportamentais e abordá-los individualmente. Tratar a raiz do problema é a rota mais rápida para o sucesso.


Gostou deste artigo? Então lembre-se de compartilhá-lo clicando nos links abaixo!



Fontes:

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário