Geral

Compra x Adoção de Animais? 10 Razões Para Você Adotar Um Pet Que Mudarão Sua Vida (Pra Melhor!)

25 de agosto de 2016

Você finalmente decidiu que quer ter um pet para morar com você, mas não sabe se deve comprar ou adotar um?  Toda vez que pensa nas palavras ‘adoção de animais’, você sempre tem um pouco de receio de cair em uma armadilha?

Você não está sozinho, eu, por exemplo, também já tive este sentimento. Mas há muitos anos, quando minha família resolveu adotar de fato um pet, percebi a mudança na minha vida. São tantos benefícios para a pessoa e para o animalzinho, que eu resolvi compartilhar o que aprendi em todos estes anos que convivo com pets que foram adotados.

Então, conheça as 10 principais razões para você decidir por adotar um pet, ao invés de comprá-lo:


| #1. Adotar é muito mais barato, e às vezes de graça |

Para aqueles que, em primeiro lugar, pensam nos gastos que teriam com animais adotados, aqui vai uma surpresa: muitas vezes você não terá que gastar nada ao adotar um animal, pois em muitos abrigos e em feiras de adoção que ocorrem em todo o país, o bichinho é doado após a castração, exames, vacinas e uso de vermífugos. Ou seja, ele já chega até você com uma saúde de ferro e lindo!

Se você optar por adotar de algum protetor de animal, tendo condições, eles oferecem auxílio (ou até bancam o valor integral) na castração e vacinas. Se informe com as ONGs e protetores de animais da sua cidade ou região.

DICA: As redes sociais servem cada vez mais como propaganda de animais disponíveis para adoção. Tente encontrar grupos de adoção de animais na sua cidade. São muito úteis e eficazes.

No meu caso, a Jolie, o Raj, a Sushy e o Zack – se quiser conhecê-los, clique na página “Sobre” – foram adotados da rua, por isso eu e minha família bancamos todos os exames, tratamentos, consultas e vacinas para eles. Mas foi nossa opção e sabíamos desde o começo qual era a nossa responsabilidade.

IMPORTANTE: Se você não tiver condições de adotar e bancar financeiramente um animalzinho que você achou na rua, tente resgatá-lo e pedir ajuda nas redes sociais para achar um lar temporário. Você pode não ter condições de ajudá-lo naquele momento, mas achará alguém que possa, e salvará uma vida.

 –

 | #2. Você dá a oportunidade de animais que já sofreram terem um final feliz |

adoção de animais

Para mim, esta sem dúvida é uma das principais razões – se não a mais importante – para você optar pela adoção de animais. Há milhões de cachorros e gatos nas ruas, neste momento, enquanto você lê este artigo.

Eles sofrem muito com frio, chuva, fome, atropelamentos, brigas e, como se não bastasse, muitas pessoas más que os envenenam. Imagine passar a vida tentando sobreviver a cada dia, procurando comida e abrigo até serem espantados do local e procurarem outro.

Nenhum “serumaninho” deveria ter que passar por isso, mas eles passam. Você pode contribuir para que um ou alguns deles tenham a oportunidade de conhecer o amor.

Você pode mostrar que eles não precisam desconfiar de todo mundo que se aproxima deles, porque agora eles têm quem os proteja. Que eles não precisam mais procurar por comida, porque o prato estará cheio todos os dias, e que a chuva lá fora não fará mais mal, pois eles têm uma casa para se abrigar.

Quer motivo mais importante do que esse?

 Sinceramente, eu acho que nem precisaria dos outros 8 motivos, mas se ainda não foi o suficiente para convencê-lo, vamos prosseguir!

 –

| #3. Com a adoção de animais, você contribui com diminuição da taxa de bichinhos abandonados no mundo |

Esta razão é um complemento do #2.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), há cerca de 30 milhões de animais abandonados no Brasil. Destes, 20 milhões são cachorros, enquanto 10 milhões são gatos. Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados. No interior, em cidades menores, a situação não é muito diferente. Em muitos casos o numero chega a 1/4 da população humana.

dog-1426490_960_720

Estes números são referentes a 2014, portanto, é muito provável que a situação esteja pior hoje. Se você quer ter uma dimensão deste número, atualmente, o continente inteiro da Oceania possui cerca de 39 milhões de pessoas. Imagina, que apenas no Brasil, temos quase a população inteira da Oceania somente em animais abandonados.

Portanto, ao adotar um pet, além de proporcionar um lar carinhoso a animais que já sofreram, você pode contribuir para a diminuição desta taxa tão enorme de animais que vivem nas ruas.

| #4. Animais adotados da rua ou de abrigos costumam ser mais carinhosos |

Primeiramente, eu NÃO estou dizendo que os animais comprados não são carinhosos. Certamente eles também serão, mas os animais adotados, principalmente aqueles que já sofreram um tempo, são muito carinhosos. Quando eu digo muito, é MUITO mesmo.

Vou exemplificar com a Jolie. Ela foi resgatada com piometra, suja, com muita fome. Veja os vídeos do resgate dela.

Hoje, ela me retribui com muito amor, carinho, parceria. Todas as noites ela chega perto de mim, amassa pãozinho na minha barriga ou cabeça. Chega com a cabecinha para eu dar um beijo nela, e dorme no meu colo. Não tem recompensa maior que essa.

O Raj foi adotado de uma protetora de animais. Ele foi resgatado por ela todo queimado nas patas e barriga. A antiga família dele permitiu que isso acontecesse com ele e depois o abandonou (É MUITA MALDADE NUM CORAÇÃO PARA FAZER ISSO!). Hoje ele está lindo, fofo, e é muito carinhoso e manhoso.

Eu poderia continuar dando vários exemplos dos meus pets, e de conhecidos, que possuem animais extremamente carinhosos após serem adotados, mas acredito que vocês já entenderam o recado.

Dê uma chance ao bichinho, dê amor a ele, e perceba que o bem que ele te fará será imensamente maior do que o bem que você fez a ele.

VÍDEO: Este vídeo foi filmado enquanto eu escrevia este artigo. Perceba como a minha parceira fica grudada, sempre querendo companhia e carinho! Os ronrons indicam a felicidade dela, e consequentemente, a minha também! ♥

 | #5. Você vai salvar uma vida |

Pode parecer muito dramático, mas não é. A adoção de animais é mais do que proporcionar carinho a animais que sofreram. São vidas que podem ser salvas.

adoção de animaisMas por quê?” Você deve estar se perguntando.

Simples, como foi dito no item 2, os animais que vivem nas ruas precisam batalhar cada dia para sobreviver. Eles correm risco de vida pois podem adquirir doença nas ruas, brigarem com animais e ficarem altamente feridos, serem atropelados, envenenados, ou até morrerem de fome ou frio.

Por isso, pense que, ao adotar um cachorrinho ou um gatinho, você estará salvando a vida dele.

 –

| #6. Você ajuda as ONGs e abrigos que estão superlotados a abrirem vagas para novos animais resgatados |

animal-welfare-1116205_960_720

Muitas ONGs atualmente estão superlotadas, sem espaço para novos animais que precisam ser resgatados da rua e tratados. Elas acabam rejeitando os bichinhos, por falta de infra-estrutura suficiente.

Ao adotar um pet de um abrigo, você pode contribuir para que outros animais resgatados tenham espaço no abrigo, até acharem um lar definitivo.

A fila é grande! Têm muitos animais esperando um resgate hoje. Ajude a diminuir essa superlotação através da adoção dos pequenos que já foram resgatados e cuidados.

 –

| #7. Comprar não dá garantia de um animal saudável  |

Se você vai a um petshop pensando que, ao comprar um cachorro ou gato lá, terá mais “garantias” sobre a saúde dele, você está enganado! Os donos de petshop raramente sabem a procedência daqueles animais que estão à venda.

Eles te convencerão de que os animais estão saudáveis, pois o que importa é vender. Depois de algum tempo, não se surpreenda se seu bichinho aparecer doente. Ainda mais porque em petshops os animais também têm contato com outros pets. E se algum deles tiver alguma doença, poderá contaminar os outros.

 O #9 dará mais um motivo SUPER IMPORTANTE para você não acreditar na saúde dos animais que estão à venda. Calma ai, que já está chegando!

Ah sim, e nem perca seu tempo em tentar convencer o petshop a ajudar com a castração, vacinas e etc. Ao comprar, você está por conta própria depois. Por outro lado, como já foi dito, muitos animais de abrigos já vêm vacinados, castrados e vermifugados no momento da adoção, se forem maiorzinhos. Ou então, os protetores se comprometem a ajudar com os custos da operação e vacinas, no caso dos filhotinhos.

Leia também: Raças de cachorros que possuem maior predisposição a desenvolverem certas doenças.

– 

 | #8. Você pode escolher o animal que mais se assemelha com a sua personalidade |

Você é uma pessoa extrovertida? Tímida? É Jovem? Adulto? Idoso? Caseira? Adora passear? Tem crianças em casa?

Tenho boas notícias: você pode escolher adotar um animal com a personalidade parecida com a sua, ou de acordo com suas necessidades e vontades.

Se você tem crianadoção de animaisças, por exemplo, o aconselhável é adotar um filhote, seja de gato ou cachorro, macho ou fêmea, pois eles poderão brincar e gastar energia juntos.

Se você já é mais idoso, e quiser um companheiro mais caseiro, os animais adultos e castrados são ÓTIMAS opções. Eles farão menos bagunça, mas serão os parceiros perfeitos que de você precisa.

Você sabia, também, que cerca de 25% dos gatos e cachorros que entram nos abrigos são de raças puras? Caso você queira de qualquer modo alguma raça específica de gato ou cão, há abrigos que cuidam para que você encontre o animal certo, da raça que você quiser.

Tire da sua cabeça que todos os animais de abrigos são S.R.D (Sem Raça Definida). Isso é mito. O difícil será apenas comprovar o pedigree, mas as características nos animais estarão lá para você comparar e confirmar.

 | #9. Você não vai apoiar a crueldade com a reprodução massiva de animais de raça (fábrica de animais) |

 Lembra do #7? Você ficou chocado com o que leu lá? Pois então prepare-se pois não tenho boas notícias!

Você já ouviu falar na expressão fábrica de filhotes? Não, não é um lugar maravilhoso cheio de filhotinhos lindos, saudáveis e felizes. Conhecido em inglês como puppy mills, as fábricas de filhotes são criadouros clandestinos (não fiscalizados) onde os cachorros – principalmente os adultos que são criados não para serem vendidos, mas visando o lucro – vivem em condições precárias e são forçados a procriar no limite das suas forças.

Estes locais de criação geralmente são imundos, apertados, mal-ventilados. Os cães ficam presos em caixas de arame pequenas, e as fêmeas são forçadas a procriarem a cada cio, sem um período de descanso, sem cuidados veterinários, e sem nenhum lazer. Qual o desfecho desta história? A cadela acaba adoecendo, e por tornar-se inútil ao criador, acaba sendo morta ou abandonada, como se fosse um objeto estragado.

O objetivo destas fábricas é apenas o lucro, não há preocupação com o bem-estar do animal. Não ocorrem visitas ao veterinário, não comem ração decente. Os filhotes que nascem são expostos nos petshops ou em negociações online, lindos e fofos, no momento da compra. Enquanto isso, seus pais estão morrendo aos poucos no criadouro.

Além disso, não há garantia alguma que o filhote esteja saudável. As principais raças que são criadas nestes lugares são Shih Tzu, Pugs, Yorkshires, Poodles, Malteses e Buldogues.

Você tem todo o direito de querer ter um cão de uma raça específica, seja pelo tamanho, comportamento ou aparência. Porém, é errado buscar por eles em criadouros clandestinos, sem querer saber da procedência do filhote, ou conhecer seus pais.

Assista ao vídeo que explica com imagens reais o que estes pequenos sofrem com as fábricas de filhotes.

IMAGENS CHOCANTES! 

(Me desculpem por ter que colocar o vídeo, mas o que os olhos não vêem, o coração não sente! E nesse caso, vocês precisam sentir!)

 –

|#10. Você encoraja outras pessoas a adotarem também |

Esta razão é super legal. E realmente funciona. Depois que você adotar o primeiro cachorrinho ou gatinho, pode ter certeza que você não vai mais querer parar. Acabamos adquirindo um vício muito saudável. Uma corrente do bem!

A vontade de salvar cada bichinho na rua é muito grande. E como não conseguimos mudar o mundo sozinhos, podemos incentivar nossos amigos que estão com a mesma dúvida que tínhamos, a escolher pela adoção de animais.

Por isso, quando alguém que você conhece comentar que quer um pet, nem deixe ele falar em comprar. Envie este artigo para ele, ou melhor, explique você mesmo por quê ele deve adotar e tenho certeza que ele também se convencerá de que adoção de animais é muito melhor!

| #11 (BÔNUS!). Você será agraciado com olhares como este e outras expressões de gratidão enquanto vocês dois viverem |

Tem motivo melhor?

Raj, depois da adoção!

Raj, depois da adoção!


Compartilhe esse artigo, e vamos tentar salvar mais vidas de serumaninhos que vivem na rua.


Se você tem alguma história de adoção de animais para compartilhar comigo, não esqueça de deixar seu comentário aqui embaixo! Quero muito conhecer você, seu pet e a história dele! =)


Fontes:

  • www.humanesociety.org
  • www.spca.com
  • http://bestfriends.org
  • www.hhhstopeka.org
  •  www.peta.org
  • www.mapaa.org.br
  • www.hypeness.com.br
  • http://veja.abril.com.br
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

2 Comentários

  • Reply Karin Targas 3 de setembro de 2016 at 5:07 pm

    Adotar é tudo de bom! Não existe nada mais gratificante do q o carinho do seu pet! Tenho 3 gatinhos aditados e morro por eles!

    • Reply Thayse 13 de setembro de 2016 at 3:25 pm

      Que bom que você concorda, Karin!
      Realmente os animais adotados são muito carinhosos! basta darmos uma chance para eles terem um lar feliz também.
      😉

    Deixe um Comentário