Sobre

| Por quê resolvi criar um site sobre saúde dos pets? |

Olá, tudo bem? Sou a Thayse Mota, criadora e editora do Saúde Do Meu Pet, e quero por meio deste site ajudar todas as pessoas que em algum momento já passaram por alguma situação complicada de saúde com seus pets e não sabiam o que fazer.

Mas se você estiver pensando em adotar algum pet e quiser tirar algumas dúvidas a respeito de cuidados com a saúde, doenças, quais os principais gastos para manter seu pet saudável… este também é o lugar certo para você!

Uma grande parte das pessoas que adotam um animalzinho acreditam que um pote de ração e um de água, uma caixinha de areia para o gato ou sair para passear uma vez por dia com o seu cachorrinho é a definição de ‘cuidado’.

Mas cuidar é muito mais do que isso. O pilar fundamental para que seu pet seja feliz e viva muitos anos ao seu lado é ter saúde.

Quem ama, cuida. Eu cuido da Saúde Do Meu Pet! E você, quer aprender a cuidar também? Se sim, não deixe de acompanhar os novos artigos publicados aqui no site.

| Um pouco sobre mim e meus pets |

Sou brasileira, nascida em Manaus, e hoje moro no interior de São Paulo. Sou Farmacêutica-Bioquímica, e atualmente trabalho em uma indústria farmacêutica veterinária (o que veio a calhar com minha paixão por animais).

IMG_7790

Shunly

Sempre fui encantada por animais, desde pequena meus pais me levavam para passear no zoológico de sábado à tarde. Era fascinante.

IMG_3116

                                                     Raj

Mas meu primeiro contato com um pet foi aos meus 6 anos de idade, quando minha mãe fez uma surpresa com uma gatinha siamesa filhote, de olhos azuis, perfeita, que acabamos chamando de Shunly. (Sim, em homenagem à Chun-Li do Street Fighter, porém com a escrita particularmente mais “chique”! =D)

No decorrer dos 20 anos seguintes, tive a oportunidade de conviver com o Nicky (um Cocker Spaniel preto sapeca), o Flick (um beagle mais sapeca ainda), a Sushy (a gatinha tricolor mais assustada que conheço), o Zack (o gato SRD que tem um sanguinho siamês) e o Raj (o gatinho mais gente boa do mundo!).

Zack

Zack

Todos esses lindos moraram / ainda moram na casa da minha família e pretendo dividir com vocês um pouquinho da história deles nos meus artigos, exemplificando situações de saúde complicadas que enfrentamos com cada um.

                                         Jolie

Mas há duas princesas que foram adotadas por mim, e que me ensinaram a diferença entre ter e cuidar de um pet: a Suri e a Jolie (duas gatas com personalidades COMPLETAMENTE diferentes, e que exigem cuidados muito diferentes também).

A Suri tem 5 anos, e está comigo desde bebê, e a Jolie tem por volta de 3 anos, mas foi resgatada por mim há apenas um ano. As duas já passaram por emergências de saúde, e foram nessas situações que percebi o quanto eu não sabia sobre a saúde dos pets.

Suri

Suri

Passei e ainda passo muito aperto com isso porque, diferentemente de uma criança, os animais não dizem qual é o problema, ou onde está doendo, ou o que eles querem. Você tem que observar e conhecer muito bem a personalidade e hábitos do seu pet para distinguir o que seria “manha” (sim, algumas vezes eles só querem chamar a nossa atenção!) de um problema real.

Ainda tenho muito o que aprender também, por isso, sintam-se a vontade para compartilhar comigo as suas experiências, dúvidas, críticas ou elogios através de comentários, mensagens ou e-mails. Ah, e não esqueçam de mandar junto a foto do seu pet. =^.^=


| Atualização – Jun/16|

Olá, é com muita dor no coração que venho atualizar esta página.

Quem ama e cuida de um pet, sabe que uma das piores dores que sentimos é quando um deles infelizmente nos deixa.

Isso aconteceu comigo no dia 17/06/2016. A minha pequena Suri, com 5 aninhos, infelizmente descansou.

Ela tinha uma cardiomiopatia (uma doença no coração), e era assintomática. Ou seja, ela parecia completamente saudável, comia, corria, brincava, dormia e nunca transpareceu nenhum problema.

Neste dia, o coraçãozinho dela parou de modo fulminante, e não havia o que fazer. Essa doença só pode ser diagnosticada com Ultrassom ou Raio -X do coração, porém não há tratamento ou cura. Escreverei um artigo sobre essa doença posteriormente.

Bom, hoje fica a saudade e o aperto no coração que parece nunca diminuir, porém, o consolo é que eu sei que ela foi muito amada, bem cuidada e tenho certeza de que ela sabia disso!

Todos nós que temos um pet já passamos ou passaremos um dia por essa situação horrível. A vida deles é muito curta comparada à nossa, então deixe seu pet saber que ele é amado por você, e dê uma vida saudável a ele!

Esta é a minha homenagem à minha linda Suri. IMG_9824

 Te amo pra sempre! 

 

Compartilhe nas redes sociais!