Alimentação

Receitas de leite caseiro para gatinhos recém-nascidos: Aprenda a fazer!

4 de outubro de 2017

Assim como os bebês humanos, os gatinhos recém-nascidos também precisam do leite da mamãe deles para sobreviverem. A alimentação nos primeiros dias de vida é essencial para que o filhote tenha saúde quando crescer. Infelizmente, muitos gatinhos perdem sua mãezinha no parto e não têm como se alimentarem. Em outros casos, a fêmea sobrevive, mas simplesmente não consegue amamentar os nenéns, por stress, por falta de leite, ou por qualquer outro motivo. Nestes casos, se alguém não alimentar os gatinhos, eles morrerão. Neste artigo, você aprenderá receitas de leite caseiro para gatinhos recém-nascidos.


Se você tiver que alimentar um gato recém-nascido, a primeira dica é que você procure um Pet Shop de confiança e compre um leite em pó específico para gatos, além de uma mamadeira específica para filhotes felinos também. Se você não conseguir encontrar a mamadeira, um conta-gotas ou uma seringa sem agulha servem também para quebrar um galho.

O problema é que estes leites costumam ser caros, e muitas pessoas não têm condições de pagar por eles. Caso esta seja a sua situação, ou se houver alguma emergência e você não puder comprar o leite na hora em que os bebês gatos nascerem, então estas receitas de leite caseiro para gatinhos recém-nascidos poderão salvar a vida deles. Confira!

| Receitas de leite caseiro para gatinhos recém-nascidos |

 Receita #1

  • 1 copo de leite integral.
  • 1 copo de água fervida, filtrada ou mineral.
  • 2 colheres de sopa de farinha láctea.
  • 1 gema de ovo cozida e amassada com o garfo, sem a clara, pois faz mal para o gatinho neném.
  • 1 colher de sopa de creme de leite.

Modo de Preparo:

Misture tudo, bata no liquidificador e coloque em uma vasilha de vidro lacrada. Guarde na geladeira e na hora de alimentar o bebê gatinho retire só a quantidade necessária. Esta receita serve para até 3 dias. Depois disso precisa fazer uma nova. É uma receita fácil de fazer, saudável e barata.


Receita #2

Esta receita é muito parecida com a anterior. A diferença está na troca do creme de leite pelo mel.

  • 1 copo de leite integral de caixinha.
  • 1 copo de água fervida, filtrada ou mineral.
  • 2 colheres de sopa de farinha láctea.
  • 1 colher de chá de mel.
  • 1 gema de ovo cozida e amassada com o garfo, sem a clara, pois faz mal para o gatinho.

Modo de Preparo:

Misturar tudo, bater no liquidificador e colocar em uma vasilha de vidro fechada. Guardar na geladeira e retirar apenas a quantidade necessária para alimentar o bebê gatinho. Esta receita serve para 3 dias e depois deste período você deve fazer outra receita.



Receita #3

  • 100 mL de leite integral.
  • 1 gema de ovo de codorna, ou meia gema de ovo de galinha (sem a clara, pois faz mal ao gatinho).
  • 4 gotas de mel.
  • 1 colher de chá de creme de leite.
  • 2 gotas de Energy Pet, ou qualquer outro suplemento vitamínico para gatos.

Modo de Preparo:

Peneirar a gema, misturar tudo, bater no liquidificador e colocar em uma vasilha de vidro fechada. Guardar na geladeira e retirar apenas a quantidade necessária para alimentar o bebê gatinho. Esta receita serve para 1 dia e depois deste período você deve fazer outra receita. Na hora de amamentar os nenéns, o leite deve estar morno, ou seja, nem muito quente e nem frio.


| Como alimentar os filhotes? |

Depois que você fez uma das receitas de leite caseiro para gatinhos, o próximo passo pode ser um desafio. Dar mamadeira a filhotes exige muita calma e paciência. Lembre-se que os bebês não estão acostumados a mamarem em um bico de borracha, eles estavam esperando pela tetinha da mãe. Por isso, é normal se você tiver dificuldade no início, mas fique tranquilo, pois logo irá pegar a prática.

É muito importante fazer o tamanho certo do furo no bico da mamadeira. Caso ele seja muito pequeno, o gato se cansará rapidamente e vai desistir de mamar. Em contra partida, o buraco também não pode ser muito grande, pois certamente fará com que o pequeno engasgue.

Você deve dar o leite morno de 4 a 5 vezes por dia, pois está é a temperatura do leite na mamãe gata. A quantidade não deve ser limitada, deixe o gatinho mamar até que ele não queira mais. Geralmente, eles mamam na mãe deles toda hora.

A regra básica para dar mamadeira a um gato recém-nascido é colocando-o na posição vertical. Você deve entender que é muito importante que o filhote se sinta estimulado a mamar. Ele precisa associar a mamadeira como se fosse a mãezinha dele.

IMPORTANTE: NUNCA vire o filhote de barriga para cima para dar de mamar, como se fosse um bebê humano: o líquido pode ir para os pulmões e o gatinho morre de pneumonia. Ele deve ficar em pé ou na mesma posição em que mama na mãe gata.

Como foi dito anteriormente, você pode improvisar a mamadeira com um conta-gotas ou seringa sem agulha. Existe mamadeira própria para filhotes em pet shops.

Este vídeo mostra alguns cuidados básicos com filhotes, inclusive na amamentação! Embora o vídeo mostre um filhote de cachorro, a maneira de cuidar e amamentar um gato filhote é a mesma:


Leia também: Entenda os motivos do por que seu gato te lambe!


| E se o gatinho se recusar a mamar? |

Caso o gatinho se recuse a mamar, você deve trocar a posição da mamadeira, a posição do bico na boca ou até mesmo a posição do gatinho, faça isso até descobrir a forma que dê mais certo.

Se mesmo assim ele continuar recusando a mamadeira, você deve buscar uma ajuda veterinária imediatamente, pois ele pode estar com um problema maior do que apenas rejeição.


| Até quando devo dar mamadeira ao gatinho recém-nascido? |

Geralmente, você deve preparar uma das receitas de leite caseiro para gatinhos e dar a ele até completar 4 semanas de vida, depois deste período você já pode fornecer ração especial para filhotes.

Você deve fazer o desmame aos poucos e iniciár com 3 semanas de vida do gatinho. Compre uma ração de boa qualidade e faça uma papinha com ela. O sachê de ração molhada para filhotes também é uma ótima opção. No início o gato vai estranhar, mas certamente com poucos dias ele vai se acostumar.

Depois que o gato completar 50 dias de vida ele já vai conseguir mastigar a ração seca. Não se esqueça de dar muita atenção nas duas primeiras semanas, este é o período mais importante da vida do filhote.



Gostou deste artigo? Então lembre-se de compartilhá-lo clicando nos links abaixo!


Fontes:

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário