Histórias da Vida Real - Pets

Protetores de Animais: Idoso cuida de gatos de rua todo dia por 22 anos!

28 de Abril de 2017

Você já ouviu falar de protetores de animais? É aquela pessoa que acolhe e cuida de animais abandonados, muitas vezes sem nem mesmo ter condições. Em muitos lugares do mundo encontramos esses ‘anjos’. Todos os protetores de animais, sem exceção merecem nosso respeito e nossa ajuda, pois com certeza este trabalho não é nada fácil.

Entretanto, um caso nos Estados Unidos, Hartford – Connecticut- chamou muita atenção. Um idoso de 75 anos, conhecido como Willie Ortiz, tem cuidado de gatos de rua do bairro, muitos ferozes, por pelo menos 22 anos. Detalhe: TODOS OS DIAS!


| A História de Willie |

protetores de animais

Faça chuva ou faça sol, sob calor quente ou neve, Willie coleta sucata reciclável para vender em um pátio. Todo o dinheiro que ele consegue com a venda é utilizado para comprar ração para os 68 gatos do seu bairro. Caso um novo peludo se junto à colônia, Willie o captura para castrar.

Todos os gatos do idoso são muito saudáveis, porque ele faz de tudo para proporcionar a melhor vida possível, dentro de suas condições, para os peludos.

Para ajudar nos gastos financeiros, há 14 meses uma amiga de Willie, Kathleen, criou uma conta no GoFundMe (Clique aqui para ver o site) para ajudar a pagar as rações felinas, visitas ao veterinário, medicamentos para os bichanos e combustível.

Mesmo coletando a sucata, o dinheiro que ele conseguia não era suficiente para alimentar todos os gatos, então ele dependia de doações para continuar sua missão. Willie não deixou de ajudar os gatos uma noite sequer, apesar da chuva, da neve, do tempo gelado ou de seus próprios problemas de saúde.


Leia também: Gatos gostam de ficar com humanos?


protetores de animais

Mesmo com a conta criada pela amiga, as doações eram raras e poucas, até que um outro amigo postou a história de Willie no Reddit, um site de mídia social.

As contribuições aumentaram tanto que eles arrecadaram um total de U$ 33.000,00, vindo de lugares como Alemanha, Índia e Portugal.

Com o inverno chegando, o alívio e a felicidade também vieram. O idoso ficou tão contente que não conseguia acreditar. Kathleen conta o diálogo que tiveram:

– “Você acha que eu deveria tirar um dia de folga de coletar sucata?” – perguntou Willie.

– “Eu acho que você deveria tirar dois dias.” – respondeu a amiga.



| E o que foi feito com todo o dinheiro? |

Willie, inicialmente, estava hesitante em gastar o dinheiro em outra coisa além dos gatos. Mas sua amiga o convenceu a comprar um caminhão usado, um substituto para o que ele usava para transportar sucata, sua principal fonte de financiamento para cuidar dos gatinhos. Essa despesa era necessária, pois toda vez que ele fazia uma parada, ele tinha, também, que encher o radiador do caminhão.

Além da ração para os gatos e das manutenções necessárias, Willie planeja colocar todo o resto do dinheiro em uma conta poupança. Ele sabe que não poderá fazer isto para sempre, e não deixará uma coisa como a morte parar sua missão.

Ele já deixou instruções específicas para sua família de que o dinheiro deve ir para organizações que cuidam de animais abandonados. Como todos os outros protetores de animais, Willie afirma: “Eu faço isso porque eu amo. Esse dinheiro vai me ajudar a continuar fazendo esse trabalho até eu morrer, e talvez mantê-lo até mesmo depois disso.”


Fica aqui um MUITO OBRIGADO a todos os protetores de animais que, assim como o Willie, não medem esforços para proporcionar uma vida digna aos anjinhos de quatro patas.


Gostou deste artigo? Então não esqueça de clicar nos links abaixo para compartilhá-lo!


Fontes:

  • http://www.goodnewsnetwork.org/
  • http://ctferalcat.com/
  • http://www.courant.com/

 

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário