Diversão Geral

Por que meu gato morde quando recebe carinho? Entenda!

16 de novembro de 2016

Se você chegou até este artigo, provavelmente é porque sofre com a seguinte cena: você chega em casa após um dia cansativo de trabalho, sentindo-se carente, e não vê a hora de abraçar seu gato. Então, você começa a acariciar o bichano, que parece estar no paraíso no momento mas, em um piscar de olhos, você sente aqueles dentinhos afiados entrando na sua mão ou braço, prestes a começar um ataque de arranhões e mordidas. Antes de mais nada, saiba que você não está sozinho. Você não é a única pessoa do mundo que tem um cujo gato morde quando recebe carinho.

Mas… Por quê os gatos fazem isso? Eles são bipolares?

Calma, seu gatinho não está doente ou”quebrado”.. Entenda os motivos que podem levá-los a te atacar durante um carinho! Entenda por quê isso acontece!


| Todo gato morde quando recebe carinho? |

Antes de mais nada, entenda que essa cena acontece praticamente com todos os donos de gato, incluindo a mim. Assista ao vídeo abaixo e confira.

Você deve achar que seu gato é o único que faz isso, mas saiba que esse comportamento estranho dos gatos é muito comum, e tem vários nomes: “Mordida de Amor” – para nós donos de gatos, ou “Agressão Induzida por Carinho” – para os especialistas felinos.

Há algumas teorias que podem explicar o motivo de tão súbita mudança de comportamento. Confira as principais razões:

#1.  “Sou eu quem mando aqui!”

gato morde

Os gatos gostam de sentir que estão no controle da situação. É instinto deles, não gostam de parecer indefesos, diferente dos cachorros.

Por isso, é provável que ele esteja gostando muito do carinho, mas chega uma hora que ele te ataca para dizer: “Ei humano, pode parar, sou eu quem mando aqui!”.

Importante: Cada gato tem um “limite” de carinho, então não há como estipular quantos minutos você pode acariciá-lo sem correr riscos.

#2. “Isso não está gostoso!”

Às vezes, os gatos estão apenas um pouco desconfortáveis com o carinho em uma determinada região, ou com o excesso dele, ou você está com a mão muito pesada e sempre acariciando no mesmo lugar.

Qualquer que seja o motivo do desconforto, ao invés de apenas se afastar (como qualquer ser humano faria em uma situação de desconforto), os gatos agem de forma mais brusca do que realmente querem.

Isso pode ser comparado quando alguém está fazendo muitas cócegas em você, e sem conseguir se defender, você grita e se debate. O gato morde e arranha pois é melhor do que gritar.

#3. “Não toca aí!”

gato morde

Nem todas as regiões do corpo do gatinho são recomendáveis para se fazer carinho.

Por exemplo, na região da barriga e da lombar (as costas perto do início do rabo), a minha Jolie não gosta muito que eu acaricie.

Mas isso varia de acordo com o gato. Você precisa descobrir as regiões que seu gatinho gosta, e as que o afetam em particular. Saiba seus limites.

#4. Acordando assustado!

Há quem diga que o gatinho goste tanto do seu carinho, que acaba caindo em sono profundo (que dura segundos ou minutos). Então, ao acordar subitamente, ele pode se sentir preso e, no susto, tentar lutar. Sua defesa inclui mordidas e arranhões.

OBS: Em minha opinião, essa teoria pode valer para alguns gatos, mas com a Jolie isso não procede pois ela está bem acordada quando decide me atacar!



#5. “Ai, que dor!”

Dor! É possível que seu gato tenha alguma doença como artrite, dores de barriga ou lesão que, devido à pelagem, você não consiga notar. Ao acariciar seu pet em alguma região específica, ele sente dor e acaba atacando para fazê-lo parar. Geralmente, nesses casos, as mordidas acompanham algum miado. Fique atento e leve-o ao veterinário se observar algo anormal no seu gatinho.

#6. “Eu te amo!”

Seu gato estágato morde dizendo que ama você. Eu sei, parece altamente contraditório, mas nem todos os gatos demonstram seu afeto apenas ronronando e se esfregando em você.

Alguns simplesmente gostam de morder. São as conhecidas “mordidas de amor”. Elas costumam ser fraquinhas, quase indolores, mas ainda incômodas.

Eles apenas querem dizer que estão felizes ou satisfeitos com seu carinho.

Há alguns gatos que amam lamber seus humanos, e eventualmente, a lambida se transforma em mordidas. É a forma que eles encontram para dizer “eu te amo!”.

#7. Apelou, perdeu!

Seu gato está incomodado com tantos estímulos. Às vezes, os gatos se irritam facilmente se o ambiente está barulhento, ou se muitas pessoas querem brincar com ele de uma vez. A Jolie, por exemplo, se irrita quando eu uso minhas duas mãos para brincar com ela. É como se ela não conseguisse focar em nenhuma das duas “presas”, e acaba se irritando. Nesses casos, as mordidas costumam doer mais do que o normal, ou até sangrar.

#8. “Não gosto dele, mas você que vai receber as mordidas!”

gato morde

Alguns gatos são muito territoriais e não gostam quando novas pessoas e animais chegam ao seu ambiente.

Para descontar a raiva, o gato morde os donos.

É como se ele soubesse que não pode fazer nada contra o estranho, mas que com o dono não terá grandes problemas.

 


Independente do motivo pelo qual seu gato morde ao receber carinho, saiba que isso não significa que ele veio ‘com defeito’ e que você não deva mais acariciá-lo. Conhecer seu gato é importante para que os momentos de lazer não se tornem momentos de frustração para você.

Os gatos demonstram alguns sinais “pré-ataque”, que incluem cauda balançando, orelhas para trás, pele contraindo rapidamente, boquinha semiaberta e os olhos encarando você ou sua mão várias vezes.

Apenas tente descobrir seu limite, observe seu gato e assim vai saber o ponto exato de parar antes de levar uma mordida.


Se você gostou deste artigo e quer ajudar alguém cujo gato morde quando recebe carinho, lembre-se de compartilhar nos links abaixo! =)


Leia também: Como fazer meu gato parar de me morder? 


Fontes:

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

4 Comentários

  • Reply Tamyris 16 de novembro de 2016 at 7:03 pm

    Muito legal!

    • Reply Thayse 17 de novembro de 2016 at 6:40 am

      Que bom que gostou, Tamyris! Não esqueça de checar os outros artigos também! =)

  • Reply Jefferson 13 de dezembro de 2016 at 1:32 pm

    O meu sempre fax isso. Amo meu gatinho. ❤❤❤❤❤

    • Reply Thayse 14 de dezembro de 2016 at 1:46 pm

      Obrigada pelo comentário, Jefferson!
      Realmente, não tem como não amá-los, né Jefferson? A minha também sempre faz isso, foi o que me inspirou a escrever o artigo! hehe

      Um abraço!

    Deixe um Comentário