Geral

Como cuidar do meu pet no calor sem gastar muito dinheiro!

25 de outubro de 2016

Você sabe aqueles dias em o calor é tão grande que na sombra a sensação é de 40ºC?

Os dias em que você costuma tomar 13 banhos, usar roupas confortáveis e leves, ficar na frente do ventilador e tomar muito sorvete ou até gelo puro?

É triste, não? Agora pense que seu pet também está sofrendo no mesmo ambiente quente com você, com o agravante de “vestir” um casaco de pelo natural.

Neste artigo, você aprenderá algumas dicas e cuidados especiais para ajudar seu animalzinho a suportar o calor sem ter que gastar muito dinheiro.


 | CUIDADOS NECESSÁRIOS COM A SAÚDE DO SEU PET NO CALOR |

#1. NUNCA, JAMAIS, deixe seu pet dentro de um carro no sol

dog-1451448_960_720

Com certeza você já deve ter ouvido isso antes, mas é TÃO importante que decidimos colocar no topo da lista. Muitas pessoas não percebem quão quente fica um carro estacionado no sol. Ele vira uma estufa. Apenas para você entender: um veículo em temperatura ambiente de 25°C, após uma hora tem sua temperatura interna aumentada para 47,8°C. Portanto, JAMAIS deixe seu animal esperando no carro, pois em apenas 10 minutos ele pode desenvolver hipertermia e sufocar no car. É compreensível que você queira levar seu cachorro com você para um passeio, mas mesmo que decida parar em algum lugar antes por alguns minutos, leve-o com você. E enquanto estiver dirigindo, certifique-se que seu pet tem água para beber durante o trajeto.

#2. Não passeie com seu cachorro nas horas mais quentes do dia

Quando o sol está forte, as superfícies como o asfalto pode ficar muito quente. Portanto, não saia para passear com seu pet entre 10 hs e 17 hs (principalmente no horário de verão), pois geralmente este é o período mais quente do dia, e seu animalzinho pode queimar a patinha no asfalto. Além disso, a temperatura do corpo dele pode aumentar e levar a uma hipertermia. Tente leva-lo para um passeio no início da manhã (até às 9 hs) ou no final da tarde. Andar em locais com grama ajuda a preservar a almofadinha da pata do seu pet.

Também não é aconselhável dirigir com seu cachorro na traseira de uma caminhonete, pois o metal quente também pode queimar a pata dele (e eles também podem cair e se machucar!)

#3. Providencie muita água fresca e sombra para seu petdog-618696_960_720

Embora os gatos e cachorros gostem de tomar um banho de sol, os raios solares diretos podem os aquecer muito e causar hipertermia. Por isso, mantenha seu pet na sombra o mais frequente possível.

Se seu cachorro não tiver acesso ao interior da casa, certifique-se de que a casinha dele está na sombra, e troque frequentemente a água dele, para que esteja sempre limpa e fresca. Alguns cachorros costumam bater as patas dentro do recipiente de água para se molharem quando está calor. Observe sempre para que o cão não fique sem água.

Para os animais que convivem dentro de casa, também mantenha o pote de água sempre fresquinho em um local com sombra.

Dica: Deixe mais de um ponto de água espalhado pela casa, assim, se o animal ficar com preguiça, ele tem como se hidratar facilmente em qualquer lugar.

#4. Evite dar água de torneira para seu pet

No verão, algumas regiões litorâneas sofrem com o abastecimento de água. Sendo assim, em alguns lugares não há como ter certeza que a água da torneira tem qualidade. Por isso, o ideal é dar água filtrada para seu pet.

#5. Cuidado com os parasitas como mosquitos, pulgas e carrapatos!

No verão, se não estiver protegido, seu pet tem maior chance de pegar doenças transmitidas por parasitas como as pulgas, carrapatos e mosquitos. Por isso, aplique pulgicidas e carrapaticidas no seu bichinho como forma de prevenção.

#6. Observe o peso do seu animal

dog-1563594_960_720

Muitos animais ficam mais gordinhos durante o inverno, e tendem a emagrecer no verão, pois o calor quebra um pouco o apetite deles. Até aí, não tem problema!

Porém fique de olho para ver se seu animal está se alimentando corretamente e bebendo bastante água.

Caso você observe que ele está emagrecendo muito, tente oferecer rações molhadas em alguns períodos do dia, pois além de serem mais apetitosas, são mais fresquinhas.

Se ainda assim seu pet não estiver se alimentando adequadamente, leve-o ao veterinário.

#7. Cuidado com as queimaduras de sol no seu pet

Acredite ou não, os cachorros e gatos podem ter queimaduras de sol, especialmente os que têm pelagem curta ou muito clara. Assim como em nós, as queimaduras podem doer muito, e a exposição excessiva ao sol pode causar câncer de pele nos bichinhos. Converse com o veterinário para adquirir protetor solar para cachorros ou gatos (não, nunca use o protetor solar de humanos no seu pet), e passe neles antes de qualquer exposição ao sol. Procure passar nas partes menos cobertas por pelos, como pontas da orelha, barriga e nariz. Ah, e não se surpreenda caso seu gatinho queira ficar lambendo pra tirar, pois há grandes chances de isso acontecer. Nesse caso, tente distrair seu gato até que o protetor tenha sido absorvido completamente no corpo do animal.

#8. Mantenha as vacinas sempre em dia

Verão está ligado às férias, que muitas vezes acompanha viagens. Qualquer lugar que seu pet estiver que não seja o ambiente dele, as chances de contrair alguma doença é maior. Por isso, mantenha a carteirinha de vacinação do seu animal em dia.

#9. Cuidado especial com algumas raças de cachorro ou gato

Animais com focinho achatado como Pugs e gatos persas podem não ofegar de forma tão eficaz, e são, portanto, mais suscetíveis à insolação. Você também deve observar com atenção os animais idosos, pets com sobrepeso ou com doenças cardíacas e pulmonares. No calor, eles podem sofrer com maior facilidade do que os outros animais.

#10. Cheque seu animal frequentemente para detectar algum comportamento diferentedog-2433_960_720

Sempre fique de olho no seu pet nos dias de verão, mesmo que isso signifique fazer uma viagem de meio-dia em casa do trabalho ou ter alguém para verificar se está tudo ok.

Se você observar que a respiração do seu gato ou cachorro está ofegante, rápida, as almofadinhas das patas com suor ou agindo inquieto, isto pode ser um sinal de que seu pet está superaquecido.

Você deve ligar para seu veterinário imediatamente e dar ao seu pet água fria e um local fresco para estabelecer e descansar.

#11. Deixe que seu cachorro ou gato seja sedentário nas horas mais quentes do dia

cat-682009_960_720

Evite chamá-los para brincar quando o calor estiver no seu auge, pois eles gastarão mais energia e a temperatura do corpo tende a aumentar.

Experimente brincar com eles no início da manhã, no fim da tarde e a noite, principalmente se for no quintal ou na rua.

Lembre-se sempre de oferecer água após as brincadeiras, para que eles se mantenham hidratados.


|DICAS BARATAS PARA AMENIZAR O CALOR DO SEU PET|

#1. Presenteie seu cachorro com uma piscininha de criança

swimming-1502563_960_720

Muitos cachorros adoram água, principalmente nos meses mais quentes do ano. Por isso, uma boa ideia é comprar uma mini piscina (aquelas de criança!) para ele. Você vai ver seu cachorro tão feliz como se tivesse comprado 50 ossos para ele.

OBS: a piscina tem que ser pequena, para não correr o risco de ele se afogar, e de preferência rígida (não inflável), pois seu cachorro pode furar com os dentes ou unhas e acabar com a brincadeira.

OBS2: Essa dica é válida apenas para casas com quintal. Por favor, não invente de colocar uma piscininha dessas no meio da sala do seu apartamento.

Dica: Na internet você consegue comprar essas piscininhas por 40 reais a 60 reais.

#2. Mantenha as janelas da casa ou apartamento abertas

Esqueça toda a poeira que pode (e vai!) entrar e abra as janelas da sua casa. Um local ventilado é mais fresco para seu pet e para você. Mas por favor, lembre-se de mandar telar as janelas caso você more em um apartamento, para que seu gato ou até mesmo cachorro não sofra um acidente pulando por ela.

OBS: Se você tiver ar-condicionado, com certeza é válido liga-lo e manter seu pet com você. Porém o objetivo do artigo é economizar, portanto, abrir as janelas é uma forma mais barata de refrescar o local.

#3. Feche as cortinas das janelas quando o sol estiver batendo diretamente nelas

Se você fechar as cortinas ou blackouts no momento mais quente do dia, o ambiente ficará livre do sol e ficará mais fresquinho. Seu pet agradecerá, principalmente aqueles gatinhos que dormem o dia inteiro.

#4. Considere tosar o seu cachorro caso ele tenha pelos longos

standard-poodle-1549558_960_720

O que é mais importante para você? A beleza do seu pet ou a saúde dele?

Mesmo que ele fique feinho no começo, depois os pelos vão crescer novamente.

Ao tosar seu cachorro, você estará tirando o casaco de pelo natural dele. Isso aliviará o calor que ele sente.

Importante: consulte o veterinário para ver se a tosa é apropriada para seu cachorro.

#5. Dê um banho refrescante no seu cãodog-1310545_960_720

Caso o seu cachorro esteja muito ofegante em um dia de calor, dê um banho frio nele para diminuir sua temperatura, mas lembre-se de enxugá-lo bem para que não adoeça.

Leia também: Socorro, preciso dar banho no meu pet!

#6. Passe um pano macio molhado no corpo do seu animal

Essa dica é válida para gatos e cachorros que detestam banhos. Em dias de muito calor, molhe uma flanela, ou um pano bem macio, e passe suavemente no corpo do seu animal, na direção dos pelos. Se tiver um ventilador por perto, deixe-o ligado. A combinação do vento com a umidade vai resfriar o corpo do seu pet, e proporcionar alívio. Veja se o seu animal gosta da sensação do pano molhado no corpo. Caso ele se irrite, não force.

#7. Escove frequentemente seu cachorro ou gato

Ao escovar o seu pet, você retira os pelos mortos que estão grudados no corpo dele. Isso além de ajudar a evitar bolas de pelos (no estomago dos gatinhos quando eles se lambem), também evita a hipertermia. Escove pelo menos uma vez ao dia, principalmente os animais que possuem pelos longos.

Dica: Escove seu pet nos momentos mais frescos do dia, como no início da manhã ou à noite. Não tente escová-lo quando ele já estiver de mau humor por causa do calor.

#8. Coloque algumas pedrinhas de gelo no pote de água do seu animal

O gelo vai manter a água fresquinha e seu animal vai adorar, pois seu corpo também ficará mais resfriado ao ingerir água geladinha.

#9. Coloque um dos ventiladores portáteis no chão da casa

Observe o local em que seu pet mais gosta de ficar, e coloque um ventilador no chão, para que o vento chegue até ele. Não precisa ligar na maior velocidade, e deixe o aparelho movimentando (e não parado direto no seu pet).

Importante: certifique-se que o seu ventilador possui proteção para que seu pet não alcance as hélices com a pata ou rabo e não cause nenhum acidente.

#10. Faça petiscos congelados para seu pet

Para cachorros que adoram frutas e legumes, como peras, cenouras, maçãs, banana, etc., experimente cortar em pedacinhos e colocar no freezer antes de dar ao seu cão. Em dias muito quentes, eles vão adorar o petisco, além de se refrescarem.

Para gatos, uma opção muito legal é fazer petisco de ração molhada congelada.

É muito fácil: veja a receita abaixo!


Ingredientes:

  • Ração molhada preferida do seu gato
  • Ração seca para gatos (opcional)
  • Copos plásticos
  • Papel filme

Modo de Preparo:

1.Adicione em um recipiente a ração molhada preferida do seu gato, e acrescente algumas rações secas para dar crocância (opcional). Misture bem.

frozen-cat-treat-summer-recipe1

 

2.Coloque um pouco desta mistura (aproximadamente 2 ou 3 cm) em vários copos plásticos (cada copo renderá um petisco). Insira um copo dentro do outro (com a mistura) para achatar o petisco.

 

3. Tampe o ultimo copo com um pedaço quadrado de papel filme e coloque no congelador da noite para o dia.

4. Na manhã seguinte, ou quando você for dar o petisco para seu gato, pegue o último copo da fileira e molhe o fundo exterior do copo com água da torneira morna até que o petisco solte do copo.

5.Coloque o petisco congelado no pote de ração do seu gato e espere 5 minutos antes de servir, ou até que o petisco comece a “suar”.

 

6. Dê o pote de ração com o petisco para seu gato e o veja saborear.

frozen-cat-treat-summer-recipe5

 

Fotos: www.petfinder.com


#11. Esfrie a caminha do seu pet com gelo

Uma ideia interessante é colocar um pouco de gelo embaixo da caminha do seu pet, para resfriar o local onde ele gosta de dormir.

Para isso: encha uma pequena garrafa de refrigerante com água e deixe no congelador durante a noite. Na parte da manhã, embrulhe a garrafa em uma toalha e coloque embaixo da almofada da cama do seu pet. Quando ele ficar com muito calor, vai apreciar a cama mais geladinha.

Importante: Não encha a garrafa ao topo: a água se expande quando se congela, e você pode ter uma lambança em suas mãos se você não deixar um pouco de espaço para ela expandir.

#12. Deixe seu gato ficar onde ele quiser

cat-336270_960_720

Deixe seu gato escolher um local fresco. Gatos são inteligentes sobre o conforto em todos os momentos, inclusive durante o calor.

Eles gostam de enrolar-se na banheira ou pia, porque a porcelana é geladinha.

Por serem mais frios que o carpete, os gatos preferem, por vezes, áreas de azulejos da casa, como o banheiro, lavanderia, e cozinha.

Se o seu gato escolhe um local e parece confortável, deixe-o ficar lá.


Gostou deste artigo? Então compartilhe clicando nos ícones abaixo e ajude outras pessoas a aliviarem o sofrimento dos seus pets durante o calor. Além de pensar no conforto dele, você estará ajudando a cuidar de sua saúde.


Fontes:

  • www.pethealthnetwork.com
  • www.avma.org
  • www.webanimal.com.br
  • www.mypet.com
  • www.bynaturepetfoods.com
  • www.catster.com
  • www.thedailycat.com
Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário