Higiene

Medo de banho: Como acabar com esse problema nos cães?

1 de setembro de 2017

Não sei como o clima é onde você mora, mas aqui no noroeste paulista é quase sempre muito quente. A Sofia e a Mel, nossas cadelas, sofrem com as altas temperaturas e um bom banho sempre as ajuda. Além disso, as duas ficam sempre dentro de casa, mesmo porque a Sofia é cega. Para evitar o aroma desagradável é importante que elas estejam limpas. Quando damos banho em casa, a Mel costuma dar trabalho e os momentos que deveriam ser de alegria e frescor se transformam em muito estresse. Para tentar reverter isso, temos tentado algumas coisas que surtiram bons resultados. Confira abaixo as dicas para diminuir o estresse do seu cachorro e fazê-lo perder o medo de banho e curtir o momento.


| Dicas para acabar com o medo de banho dos cães |

1- Não alimente o cão antes do banho

O grande risco de dar banho no seu animal de estimação logo depois da alimentação é ele passar mal. Pensando nisso, espere pelo menos duas horas, para que a digestão seja bem feita. Isso vale também para os banhos em pet shop.

2- Leve o cão para dar uma volta

Essa dica é especialmente válida para quem mora em casas pequenas e com pouco quintal ou em apartamentos. Quanto mais jovem o cão, mais energia ele tem para gastar. Se ele estiver com toda a energia do mundo salva, a hora do banho gerará muito estresse, pois ele precisa estar minimamente tranquilo e quieto.

Para evitar isso, leve seu bichinho para dar uma volta antes do banho. Deixe-o caminhar e correr um pouco, fazer suas necessidades e então voltar para casa bem menos agitado, o que resultará num banho bem mais tranquilo.



3- Comece o mais cedo possível

medo de banho

Quando queremos que nossos animais façam algo sem dar muito trabalho, acabamos sofrendo quando percebemos que eles já criaram outro hábito. Por isso, o ideal é que as práticas habituais da vida do cão, como tomar banho e ir ao veterinário, sejam ensinadas desde cedo, para que ele se acostume.

Assim, insira o banho o mais cedo que o médico veterinário aconselhar e faça desse sempre um momento tranquilo e prazeroso para você e para o cão. A dica de levar o cão para caminhar antes do banho continua sendo válida aqui, para que ele gaste energia.

Se você adotou um cão mais velho (o que é ótimo!!), não se deixe intimidar. Caso ele demonstre medo de banho, insista com paciência e tente não passar tensão para o animal, para que ele logo entenda que aquela prática faz parte do cotidiano dele.

4- Cuidado com a temperatura da água

Para não ter erro, busque deixar a temperatura da água o mais próximo possível da temperatura ambiente, para que o cão não sinta o choque térmico. Muitas vezes, aquela água super quentinha que pode ser agradável para nós não é tão agradável para nossos bichos de estimação.

5- Relaxe

Sério, sempre que fico tensa ou nervosa com a Viviane, minha gata, Sofia ou Mel, elas ficam ainda mais tensas e o medo de banho piora. Assim, aproveite o momento, o banho pode ser um momento muito divertido pra gente.


Leia também: Passo-a-passo para dar banho no seu pet em casa!


| Informações adicionais |

Novamente, preciso dizer que não sou veterinária. No entanto, segundo informações que obtive, o filhote precisa ter passado pelo ciclo de vacinas antes de tomar o primeiro banho, seja em casa ou no pet shop. Com isso em mente, estima-se que o primeiro banho ocorra depois dos dois primeiros meses.

Muitos cães tomam banho semanalmente e há opiniões divergentes sobre o assunto. No entanto, a maior parte dos especialistas parece concordar que raças de pelos curtos e que não vivem em ambientes nos quais se sujam muito podem tomar banho a cada quinze dias no verão e uma vez por mês no inverno. Caso os pelos sejam longos, a frequência pode ser maior e pode-se também adotar outras medidas, como limpar ou lavar apenas as patas.

Dois detalhes finais: escove habitualmente os pelos longos e fique atenta a possíveis problemas de pele. A escovação ajuda a manter a saúde do pelo e potencializa a ação dos produtos usados no banho e os problemas de pele exigem o uso de produtos especiais.


Gostou dessas dicas para acabar com o medo de banho nos cães? Então compartilhe por meio dos links abaixo!



Fontes:

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário