Histórias da Vida Real - Pets

Cadela que teve quatro patas amputadas vira cão de terapia!

5 de dezembro de 2017
quatro patas amputadas

Chi Chi, uma golden retriever de três anos de idade, é enérgica e amorosa. Ela gosta de brinquedos, cenouras e abraços de seus donos, Elizabeth Howell, seu marido e sua filha, em Phoenix.

Mas Chi Chi não é um cachorro comum: ela teve as quatro patas amputadas e hoje caminha com quatro próteses personalizadas. E sua história não era nada feliz: ela foi resgatada após sofrer maus-tratos em um mercado sul-coreano de carne de cachorro.


Chi Chi, que Elizabeth diz ser uma “bênção todos os dias em nossas vidas”, terminou um curso de treinamento para cães de terapia no mês passado e agora visita sempre um centro de veteranos, uma escola de assistência e estudantes com necessidades especiais em uma escola primária.

| O resgate de Chi Chi |

É uma transformação notável para um cão que foi deixado em um saco de lixo fora do mercado de carne no início de 2016. Suas pernas estavam presas com fio, deixando os ossos e os tecidos expostos. O grupo de resgate que a encontrou iria eutanasia-la, mas desistiram depois que os socorristas viram sua cauda balançando. Em vez disso, eles decidiram amputar todas as pernas, e eles deram-lhe um nome: Chi Chi, em homenagem a um orador motivacional cristão da Austrália, Nick Vujicic, que nasceu sem membros.

“Eles decidiram que havia algo especial sobre ela e que ela queria viver, então eles tentaram salvá-la”, disse Elizabeth.

Dois meses depois de encontrá-la, o Nabiya Irion Hope Project, um grupo de bem-estar animal na Coréia do Sul, enviou Chi Chi ao grupo Animal Rescue Media and Education (ARME) em Los Angeles, onde ambas as organizações acreditavam que ela apresentava uma melhor chance de adoção. Elizabeth disse que viu um vídeo de Chi Chi e “não conseguiu tirar a pequena da cabeça”.

A família Howell, que já tiveram oito cães em quase 24 anos de casamento, decidiram que queriam fazer de Chi Chi a próxima. A ARME levou-a de Los Angeles para Phoenix em Março de 2016. Seis meses depois, ela foi equipada com próteses personalizadas que lhe permitem caminhar e correr.


Leia também: Por quê os cachorros perseguem o próprio rabo?


| Vida nova |

Após uma curta mas traumática vida de maus-tratos, Elizabeth disse, Chi Chi tinha medo de humanos no início. Mas isso mudou em questão de meses. Agora, a pequena é livre para confiar nos seres humanos “sem nenhum medo ou risco para seu bem-estar. Foi incrível vê-la crescer e se transformar nesse cachorro que agora adora visitar e conhecer novas pessoas “.

Até agora, a maior base de fãs de Chi Chi é virtual – mais de 45.000 seguidores em suas contas do Facebook e Instagram. Elizabeth contou que sua esperança, porém, é que o maior impacto de Qui Chi será nas escolas e que ela ensinará as crianças pequenas a serem gentis.

A história de Chi Chi tem emocionado cada pessoa que a conhece, e que ela tenha uma vida linda e com muito amor, pois ela merece!



Confira mais fotos de Chi Chi:

quatro patas amputadas

Chi Chi com suas novas próteses

quatro patas amputadas

Sempre sorrindo!

quatro patas amputadas

Vida nova!


Confira o vídeo de Chi Chi, a cadelinha que teve as quatro patas amputadas mas que teve um final feliz {Vídeo em Inglês}!


Gostou desta história? Então lembre-se de compartilhá-la clicando nos links abaixo!


Fontes:

Artigo Anterior
Próximo Artigo
Compartilhe nas redes sociais!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário